quarta-feira, 14 de setembro de 2011


Bens públicos
Deve-se entender que o servidor público é eficiente defensor dos dinheiros e dos bens públicos, porque, na realidade, ele é representante da comunidade, para fiscalizar a “Coisa Pública”. Não pode, pois, quebrar a confiança popular e dos contribuintes e passar a usufruir do patrimônio público, como se seu fosse. Não pode, então, usar veículos da União, Estados e Municípios, fora de seu normal trabalho e em decorrência de sua atividade exclusiva no órgão a que serve e para a qual é estipendiado pelo erário.
Entretanto, não só aos servidores públicos contratados é defeso o uso de veículos e outros bens públicos fora do exercício normal das respectivas atividades. Também os eleitos para administrar e fiscalizar o patrimônio público não podem extrapolar e usar os bens sob sua guarda, inclusive veículos, em proveito próprio e de seus familiares. É corrupção. E tais procedimentos consubstanciam transgressão à Lei de Improbidade Administrativa, cujas penalidades são severas e atingem as esferas civil e criminal para punição do infrator.
Aqui, em nossa cidade, para desgosto e insatisfação daqueles que saldam seus tributos, com pontualidade, estão usando, indevidamente, viaturas oficiais da municipalidade em trabalhos de interesse exclusivo e pessoal de servidores públicos, eleitos e não eleitos. Aliás, relembre-se, que vários vereadores denunciaram a façanha ocorrente na Prefeitura Municipal, embora tenham-se esquecido do que aconteceu e acontece na sua “casa” e ambiente legislativo. Na verdade, usaram dois pesos e duas medidas. Deviam ter denunciado, também, o uso indevido de veículos pertencentes à nossa Câmara Municipal. Não seria mais coerente e justo ?
É incabível que servidores públicos, eleitos ou não eleitos e contratados, tratem o patrimônio público como se seu fosse. O erário público e os bens públicos não podem nunca ser confundidos com os particulares. Daí a necessidade de que as punições ocorram para os infratores, mais graduados ou menos, na pirâmide da Coisa Pública. Daí a necessidade, também, de que os munícipes efetuem as cabíveis denúncias, inclusive, ao órgão local do Ministério Público, incumbido, legalmente, de apurar responsabilidades penais, decorrentes de comportamentos ilícitos.
De outro lado, cabem aos vereadores os deveres de fiscalizar e de denunciar o uso indevido dos bens públicos. Mas esses deveres não se restringem, somente, às infrações que ocorrem no poder executivo. Aqueles que usam bens públicos, inclusive veículos, no legislativo, também, precisam ser denunciados e apontados à comunidade, donde se conclui que devem existir regulações e regulamentações tanto em um como em outro poder, a fim de que todos, com igualdade, cumpram a lei e se pautem em obediência aos princípios da legalidade e da moralidade, como determina a nossa Carta Magna. Não é certo só atirar pedras no vizinho, protegendo o telhado próprio!
A CRÍTICA DO PONTO: Os graus de canalhice variam de políticos para políticos e de Partidos Políticos para os similares. Na realidade, é tão canalha aquele político que deixou de criticar o seu chefe, quando no poder, por atos condenáveis, quanto aquele que criticou o chefe do outro e deixou de criticar o seu, quando este assumiu o poder e lhe proporcionou vantagens e regalias várias. Dois pesos e duas medidas, na balança da moralidade pública. Cabe, por consequência, à imprensa expor ao público as canalhices dos canalhas, para que ocorram os respectivos julgamentos. Quantos canalhas se salvarão ?

(O autor é advogado, jornalista e empresário. E-mail: carneirojcc@uol.com.br)
 
 

4 comentários:

  1. JÁ DIZIA UM DITADO ÁRABE : - "SE VOCÊ FOR ENGANADO PELA 1ª VEZ, QUE ALÁ CASTIGUE QUEM LHE FEZ ESTE MAU. SE VOCÊ FOR ENGANADO PELA 2ª VEZ, QUE ALÁ CASTIGUE AOS DOIS. MASSSSSSSSSSSSSS SE VOCÊ FOR ENGANADO PELA 3ª VEZ, QUE ALÁ CASTIGUE SOMENTE A VOCÊ ".
    PORTANTO SE O POVO VEM ENGANADO DESDE OS TEMPOS DE NERO......ALGO DE MUITO ERRADO ESTÁ ACONTECENDO NO SISTEMA PÚBLICO DE MODO GERAL....... OUUUUUUUUU, A MASSA DE MANOBRA (DESATENTOS E DISTRAIDOS ) SÓ TRABALHAM, PARA PAGAR AS ALTÍSSIMAS TAXAS DE IMPOSTOS, E NÃO TEM TEMPO PARA EXERCITAR O TICO E O TECO.
    TRISTE NÃO????????????????????LAMENTÁVEL QUE O POVO NÃO ENXERGUE.....

    ResponderExcluir
  2. OLHOS DE LINCE OTÁRIO14 de setembro de 2011 22:10

    SE VOTO OSSE BOM, NÃO PRECISARIA SER COMPRADO, CONQUISTADO, OBRIGADO.
    PENSEM NISTO.
    CHEGA DESTE SISTEMA ARCAICO E FALIDO.
    DEVEMOS ENCONTRAR NOVOS CAMINHOS.
    É DINHEIRO PÚBLICO DEMAIS ROLANDO PARA TUDO QUANTO É LADO.... CHEGA NÃO DÁ MAIS PARA CONTINUARMOS SENDO OTÁRIOS.
    EU TENHO O DIREITO DE PROTESTAR, POIS NESTE PAÍS TUDO (QUE É POLÍTICA) CHEIRA A CORRUPÇÃO.

    ResponderExcluir
  3. ACORDA POVO, VAMOS PARAR DE SER OTÁRIOS.
    ATRAZ DE UM TONTO VEM SEMPRE UM ESPERTO...
    PRIVATIZA TUDO, E TEREMOS CONCORRENCIA, E PORTANTO PREÇOS MELHORES.

    ResponderExcluir
  4. É UM OBA OBA COM O DINHEIRO PÚBLICO, UMA FARRA SÓ.
    O POVO É MUITO IGNORANTE PARA NÃO VER ESTE TIPO DE COISAS.
    TEMOS QUE ACABAR COM ISTO, CHEGA DESTA VIDA DE ENTREGAR TANTO DINHEIRO NAS MÃOS DE CORRUPTOS MORTOS DE FOME.

    ResponderExcluir

Aqueles que desejarem citar nomes deverão se identificar, pois todos tem direito de defesa e de resposta.
Mas ressaltamos que comentários caluniosos, não serão publicados.
Aproveite este espaço que é seu, usando da melhor maneira!
O Blog Unidos Por Analândia é instrumento sério que busca a verdade e o bem da população Analandense abrindo esse espaço para manifestações e informações!!!