sábado, 22 de outubro de 2011

Isso explica muita coisa !


Juiz é afastado do cargo sob suspeita de vender sentenças no Piauí

A Prefeitura de Nossa Senhora de Nazaré, no norte do Piauí, começou a construção de uma estrada, mas a obra foi suspensa. Para liberar a licença da estrada, o juiz pediu uma propina de R$ 1 mil.

Um juiz do interior do Piauí foi afastado do cargo depois de passar por uma situação que ele mesmo chamou de ‘constrangedora’. O magistrado foi flagrado pedindo e recebendo propina, vendendo uma sentença, como mostra a repórter Neyara Pinheiro.
A prefeitura de Nossa Senhora de Nazaré, no norte do Piauí, começou a construção de uma estrada para transportar estudantes na zona rural, mas a obra foi suspensa porque o dono de um sítio recorreu à Justiça.
A decisão sobre a estrada cabia ao juiz José Wiliam Veloso, da comarca do município vizinho, Campo Maior. Durante um ano, o magistrado não tomou nenhuma decisão sobre o caso. E o mais grave: segundo a prefeita, ele ainda pediu dinheiro para dar uma sentença favorável à prefeitura.
A prefeita Luciene Silva afirma que foi pressionada pelo juiz pressionou para pagar propina: “Para liberar a sentença da estrada, ele pediu R$ 1 mil”, conta.
Por orientação do Ministério Público, a prefeita gravou uma conversa com o juiz. Luciane disse que retirou o dinheiro no banco com autorização do Ministério Público e da Polícia Federal: “Filmamos as notas em série e em seguida coloquei o dinheiro no bolso e me dirigi ao Cartório Eleitoral”, afirma.
O encontro com juiz foi gravado com equipamento da Polícia Federal. Logo depois do pagamento, um promotor de Justiça, um representante da Corregedoria e um policial federal foram à sala do juiz e pediram o dinheiro de volta. O juiz afirmou que estava ‘constrangido’.
O policial identificou as notas pelo número de série e o dinheiro foi apreendido: “O senhor só não vai ser preso agora porque o senhor tem a prerrogativa do cargo. Mas nós vamos imediatamente à delegacia registrar a ocorrência e encaminhar ao tribunal”, afirmou um dos representantes do poder público.
O Tribunal de Justiça do Piauí afastou o juiz do cargo e abriu dois processos: um administrativo e outro criminal. “Se ficar provado que houve o crime de extorsão ou corrupção passiva, ele pode vir a ser demitido do cargo de juiz que exerce há vários anos”, afirma o presidente do Tribunal de Justiça, Edvaldo Moura.
O juiz José Wiliam Veloso não foi encontrado pra comentar o caso. A prefeita Luciene Silva teve o mandato cassado pelo TRE por denúncia de compra de voto e se mantém no cargo por força de uma liminar do Tribunal Superior Eleitoral.

Um comentário:

  1. GARGANTA ENGASGADA.24 de outubro de 2011 00:46

    PALMAS PARA O SR JUIZ JOSE LUIZ VELOSO, MUITO BEM, JÁ GANHA UMA FORTUNA, QUE NÓS LHE PAGAMOS, E DEPOIS AINDA TRABALHA CONTRA O POVO. ESTÁ MUITO BEM.
    E VAI DIZER QUE EU ESTOU INVENTANDO ALGUMA MENTIRA. NESTA " POCILGA " COMO DIRIA O JUIZ DE MINAS GERAIS, O QUE MAIS PODEMOS ESPERAR....
    TEM QUE FAZER QUE NEM O CAIPIRA NÉ : TÁ BÃO.

    ResponderExcluir

Aqueles que desejarem citar nomes deverão se identificar, pois todos tem direito de defesa e de resposta.
Mas ressaltamos que comentários caluniosos, não serão publicados.
Aproveite este espaço que é seu, usando da melhor maneira!
O Blog Unidos Por Analândia é instrumento sério que busca a verdade e o bem da população Analandense abrindo esse espaço para manifestações e informações!!!